Google Adwords: Como começar a sua primeira campanha – Parte II

Na aula post anterior, mostramos como criar sua campanha já dentro do Google Adwords. Agora, vamos te ensinar a estruturar sua campanha antes de ir ao ar com uma planilha que se chama árvore de campanha.

Essa planilha é muito utilizada aqui na Moustache e te auxilia na montagem de toda sua campanha no Adwords antes da ativação da campanha, além de te dar um panorama de como ela ficará.

Configurando a árvore de campanha

Antes de qualquer coisa, é necessário definir toda a segmentação da campanha e colocá-la no primeiro sheet do seu excel – a primeira página – junto ao seu budget e sua estrutura de campanha.

Essa primeira página é só um resumo pra melhor organização da real estrutura de campanha que vem nos sheets seguintes. Porém é a página mais importante por se tratar do planejamento. A campanha só funcionará se tiver uma linha de raciocínio atrelada ao seu negócio.

Quais serão as campanhas? Existe algum segmento dentro da sua empresa que você queira focar melhor? Exemplo: Dados sensíveis.

Estrutura Árvore de Campanha

Criando a campanha

Feita a estrutura, vamos a montagem de uma campanha destrinchada ponto a ponto no sheet seguinte.

Vamos lá…

Definindo grupos de anúncios

1) Ali na coluna esquerda, você colocaria o nome do seu grupo de Anúncio. Exemplo: Moustache

Grupos Árvore de Campanha

Definindo palavras-chave

2) A partir do nome do grupo definido, você consegue puxar todas as palavras-chave necessárias para a construção de todo resto.

Palavras-Chave Árvore de Campanha

Para puxar as palavras-chave, recomendamos o uso do Keyword Planner, ferramenta disponibilizada pelo Google Adwords para facilitar a busca pelas palavras e que também mostra sua relevância dentro do buscador.

Definindo tipos de correspondências

3) Depois disso, já nas colunas, você pode separar por palavras-chave de correspondência exata, frase ou ampla.

3

Exata: Buscas no Google para palavras digitadas exatamente como especificadas na correspondência exata podem fazer com que o seu anúncio seja exibido, assim como erros gramaticais, plurais e pequenas variações (caso essa funcionalidade esteja habilitada na configuração de campanha). Se a busca realizada no Google possuir palavras antes ou depois da palavra cadastrada no AdWords, o anúncio não será disparado. É isso que a difere da correspondência de frase. Ex.: mídia.

Frase: A palavra-chave deve ser digitada no Google entre aspas e só será disparada os seus anúncios para buscas contendo a palavra-chave da forma e na ordem que foi cadastrada, podendo incluir palavras antes e depois da palavra-chave comprada, assim como plurais, erros gramaticais e pequenas variações (caso essa funcionalidade esteja habilitada na configuração de campanha). Ex.: quero fazer mídia online.

Ampla: Essa correspondência dispara plurais, sinônimos, erros gramaticais, complementos. É a melhor opção quando você não sabe exatamente que palavras anunciar. As palavras-chave devem ser digitadas sem qualquer caractere antes ou depois. O exemplo abaixo mostra possíveis buscas feitas no Google que podem eventualmente disparar anúncios pela palavra-chave de correspondência ampla. Ex.: mídia online.

Criando anúncios

4) Depois de ter isso estruturado, vamos a parte mais importante: os anúncios.

Página Inicial Adwords Árvore de Campanha

Os anúncios dentro do Google Adwords são divididos em quatro partes:

Título: a primeira linha do anúncio, com tamanho máximo de 25 caracteres;

Linhas descritivas: as duas linhas de texto logo abaixo, com tamanho máximo de 35 caracteres cada;

URL de visualização: um endereço “fictício”, mais curto, que aparece em verde, com no máximo 35 caracteres;

URL de destino: esse é o endereço real onde o usuário vai ser direcionado após clicar no link. Esse endereço não aparece no anúncio.

Uma dica é sempre dizer de alguma forma para quem está pesquisando que o anúncio é “feito pra ele”.

Colocar no título exatamente a mesma palavra chave da busca, por exemplo, costuma gerar ótimos resultados.  Outra opção é citar alguns qualificadores no anúncio, já que no modo CPC você paga ao Google apenas pelo clique, os qualificadores servem também para eliminar aqueles cliques que sua empresa não está interessada. Por exemplo, alguém que não é estudante não clicaria no seu anúncio se você deixar claro: “só para estudantes”.

O título é sempre a parte mais chamativa do anúncio e deve refletir o que o usuário está pesquisando. Se você não está conseguindo ter boas ideias para ele, tente aproveitar alguma dessas opções abaixo:

  1. Chame pelo público;
  2. Vá na ferida e pergunte exatamente o que ele está procurando;
  3. Seja provocador;
  4. Desperte a curiosidade;
  5. Faça uma promessa:
  6. Ofereça uma informação.

Já nas descrições, é sempre importante lembrar que o objetivo é apenas atrair o clique. As outras informações necessárias estarão no seu site.

Nas linhas de descrição, é interessante destacar alguns argumentos que possam despertar o interesse (ou curiosidade) e atrair o clique. Como por exemplo:

  1. Uma descrição dos recursos e funcionalidades;
  2. Um benefício (ou solução) claro e conciso;
  3. Uma proposição que mostre algo em que você é diferente;
  4. Uma depoimento ou indicador de status;
  5. Uma chamada;
  6. Uma frase que espante quem não for do público alvo;
  7. Uma promoção.

Obs.: Se a primeira linha do seu anúncio terminar com ponto final ou exclamação, será exibida junto com o título caso esteja entre as três primeiras posições (anúncios superiores).

Para o suporte do próprio Google Ads, clique aqui.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *