Quero aumentar meus resultados online! Por onde posso começar?

Não tem mais como escapar, a internet está totalmente inserida na vida das pessoas. E com essa velocidade em que a informação corre nos dias de hoje é necessário estar presente nesse meio, e mais que isso, usar a ferramenta ao seu favor.

Para começar bem o ano nós daremos algumas dicas de como você pode aumentar e conhecer seus resultados online, confira abaixo:

  1. Ter uma Landing Page.

Com certeza você já ouviu sobre Web Sites, mas você já conhece as Landing Pages?

A Landing Page, ou página de pouso, é uma página projetada para um produto ou objetivo com foco especifico, evitando distrações do usuário e te incentivando a uma ação.

A idéia é que as pessoas visitem essa página de forma independente do seu site principal.

Se você possui um produto ou serviço que merece destaque com certeza você precisa dar uma chance para as Landing Pages!

Para saber mais sobre Landing Page clique aqui.

  1. Colocar no ar uma campanha de mídia.

Com certeza a máxima “Quem não é visto, não é lembrado” é verdadeira!

A campanha de mídia faz com que você alcance o seu público no momento certo.

Há diversas formas de seu Web Site aparecer para seus consumidores, algumas das mais populares são:

Links Patrocinados, é uma forma de anúncio em que você aparece para quem está buscando pelas suas palavras-chaves em um lugar estratégico nos buscadores, direcionando o público para o seu Web Site.

Ex: Tenho uma empresa de carnes nobres, quando alguém pesquisar onde comprar carnes nobres meu anúncio aparecerá antes de todos os outros que não são patrocinados nos buscadores, ganhando muita visibilidade.

Posts Patrocinados, é o uso de imagens impactantes para alcançar seu consumidor em redes sociais como o Facebook, Instagram e muito mais.

Comparadores de preço: Mostrar seus preços em sites de grande fluxo e compará-los com a concorrência pode ser um grande diferencial na hora do comprador escolher o seu produto.

Você pode escolher palavras e assuntos relacionados ao seu site, regionalizar a sua campanha, ou combinar tudo isso para atingir seu público-alvo, assim você atinge os consumidores em diferentes momentos se tem a oportunidade de gerar interesse e desejo em seu produto.

Para saber mais campanha de mídia clique aqui.

  1. Monitorando seus resultados.

Hoje possuímos ferramentas que nos dão a possibilidade de analisar em tempo real como os usuários estão se comportando e interagindo com o seu web site.

Com o Google Analytics, uma dessas ferramentas, é possível acompanhar de onde estão vindo os usuários do seu web site, qual conteúdo eles mais acessam, qual produto ou sessão é o mais visto, podendo assim criar conteúdos os produtos específicos para uma necessidade aparente.

Para saber mais sobre monitoramento de resultados clique aqui.

Sendo assim, não perca mais tempo! Nós da Moustache estamos dispostos a encontrar a melhor solução para aumentar seus resultados é só clicar aqui e nos enviar um e-mail!

Lançamos o 1° Market Place de Serviços Digitais!

A Agência Moustache, anunciou o lançamento do Primeiro Shopping de Produtos e Serviços Digitais. Pioneiro, é um website de serviços digitais, vendidos de forma totalmente online, proporcionando o entrosamento do pequeno ao grande empresário com o mercado virtual de uma forma totalmente facilitada.

Com quatro pilares fundamentais disponibiliza diversos tipos de serviços, produtos e pacotes dentro dessas categorias:

Criação e desenvolvimento digital possui como foco a  estruturação e usabilidade do website proporcionando a melhor experiencia possível para o cliente, pois o usuário que tem uma boa experiencia de navegação retorna e se torna um potencial comprador ou parceiro.

SEO, ou Search Engine Optimization, um conjunto de mudanças estruturais e de conteúdo do site que juntas garantem um melhor posicionamento nos resultados dos principais motores de busca, garantindo mais visibilidade, credibilidade e visitas para concretizar seu objetivo online.

Mídia Online, posts patrocinados são formas comprovadas de aumentar a sua visibilidade e consequentemente maximizar seus objetivos online, podemos com essa modalidade aumentar o número de clientes, fazer com que a sua marca seja conhecida e estreitar o relacionamento com o público, como uma campanha direcionada ao remarketing ou data comemorativa.

Business Intelligence ou B.I. refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte a gestão de negócios.

É um método relativamente novo, que visa ajudar empresas a tomarem decisões inteligentes, mediante dados e informações recolhidas com a implementação de diversas ferramentas de métricas e análise online.

Para quem se interessou pela ideia mas ainda não está por dentro do universo digital vale a visita no glossário do Shopping Online, que disponibiliza explicações detalhadas sobre os termos e serviços disponíveis.

Instagram para empresas chega ao Brasil, mas o que tem de novo?

O Instagram é uma das maiores redes sociais do Brasil, possuindo o segundo maior número de contas ativas do aplicativo, são mais de 35 milhões de pessoas online.

Em 2015 abriram para empresas brasileiras a possibilidade de contratação de anúncios patrocinados, com a intenção de que as marcas pudessem pagar para divulgar fotos e vídeos para um maior número de pessoas, mesmo que não os seguissem.

Ontem, dia 15 de agosto, foi disponibilizada para o Brasil a sessão Business Tools do Instagram, que segundo a rede social, nas próximas semanas todos os donos de lojas e marcas poderão ter o seu perfil de negócios presente na rede social.

Agora você me pergunta o que é o Business tools? Calma que eu te explico!

É uma seção voltada inteiramente para o empreendedor e empresário, de qualquer tamanho, desde o grande ao pequeno, sem pré-requisitos complexos, apenas o de ter o perfil de negócios com pelo menos 100 seguidores e uma Fã Page da marca no Facebook, de onde todas as suas informações serão importadas.

De acordo com o Instagram esse serviço é APENAS para empresas e não para bloggers, youtubers e demais celebridades e influenciadores de mídia, pois a intenção é que o telefone, e-mail, endereço e demais informações sejam divulgadas, para o atendimento comercial e contato direto.

Para que o consumidor esteja ainda mais próximo do seu produto, os usuários da rede terão acesso a um botão para entrar em contato assim que estiverem visualizando sua pagina. Ao fazer uma postagem, os botões de promover e ver informações também estarão presentes nas postagens, assim como no Facebook, facilitando ainda mais a divulgação.

E não para por ai! Você vai poder acompanhar seus resultados bem de perto agora com a nova ferramenta que entrou no Instagram Business, o Insights, uma espécie de Google Analytics que te atualiza com importantes dados como: impressões (quantas pessoas viram seu post) alcancem de pessoas em uma postagem, cliques no site e atividades do seguidor.

Além disso, ele te disponibiliza informações mais especificas sobre os seus seguidores, se a maioria são mulheres ou homens, qual a faixa etária e onde moram, podendo direcionar da melhor maneira suas postagens para o seu publico.

Vai deixar seu negocio de fora dessa oportunidade?

Essa é mais uma maneira de aproximar clientes em potenciais e seguidores a se conectarem, e sabe o que é a melhor? A Moustache pode cuidar disso pra você! Clique aqui para saber mais.

instagramforbusiness

Como capturar clientes com Pokémon GO!

Finalmente o jogo mais esperado do ano desembarcou no Brasil e não podemos deixar de lado o número de empresas e pessoas que já estão movimento o mercado por conta do sucesso estrondoso do aplicativo, que se tornou uma verdadeira “pokeconomia”.

Mais popular que o Tinder e mais utilizado que o Whatsapp ou o Instagram entre os americanos, o jogo já rendeu bilhões de dólares aos seus desenvolvedores, e ao menos que você estivesse isolado em uma ilha por esses tempos, já ouviu falar dele também, talvez até esteja procurando por um Pokémon agora.

O Pokémon GO revolucionou o mercado e trouxe a realidade aumentada para o seu smartphone, um tipo de mídia que mistura o mundo real com elementos criados virtualmente.

No jogo o jogador visualiza seus arredores na tela do celular capturados pela câmera, e o aplicativo insere os Pokémon nesses lugares, o que amplia os horizontes para a divulgação Geolocalizada.

Podemos agora idealizar uma nova ferramenta de Marketing, o Social GeoMarketing.

Nos EUA encontramos exemplos perfeitos de adaptações dos negócios para chegada do aplicativo, como uma loja de roupas em Utah que descobriu que sua localização no jogo era na verdade um Pokéstop .

Aproveitaram a chance rapidamente e colocaram uma sinalização fora da loja dizendo que ali estava um Pokéstop, convidando as pessoas a tirarem fotos paras as redes sociais, incentivando os jogadores a marcar sua loja nos post.

Ou então uma agência de publicidade em Atlanta, que está usando um Café para experimentar como a mania Pokémon Go funciona no marketing.

O café está localizado entre dois Pokéstops. Como o jogo leva os jogadores para pontos, a loja esta sendo usada como um centro de apoio aos jogadores, disponibilizando 25 estações de carregamentos de celulares e um pedaço de bolo para os clientes que pegarem Pokémon dentro de seu estabelecimento.

pokemon 2

A cozinha do Zoe no Texas ofereceu um cartão de 25 dólares como um prêmio para pessoas que os twittarem fotos de suas capturas de Pokémon no restaurante.

L’inizio, uma pizzaria em Nova York aumentou 75% de suas vendas usando as iscas para atrair Pokémon para seu estabelecimento. Estas iscas servem para atrair Pokémons por 30 minutos.

No Brasil, o destaque vai para os motéis, que com sacadas engraçadas e trocadilhos maliciosos chamaram atenção e tiraram risadas de muitos internautas.

É com certeza uma maneira criativa de captar novos clientes.

O CEO da Niantic, John Hanke, revelou ao jornal Financial Times que o plano da empresa agora é criar “locais patrocinados”, onde uma marca pagaria para aparecer como um local dentro do universo do jogo. E o pagamento às marcas seria por número de visitas, ou seja, aos moldes dos anúncios de sites que recebem por cliques ou visualizações.

O mais atrativo do anúncio com certeza é a variedade de pessoas atingidas. O desenho Pokémon existe a mais de 20 anos, trazendo um público nostálgico com seus 30, 40 anos, até a nova geração, que com certeza embarcou nessa brincadeira.

Ficou morrendo de vontade de criar um pokéstop e atrair todo mundo para o seu negócio?

Você pode requisitar a criação de Pokestop através do link abaixo. Mas deixamos claro que não é garantido, mas tentar não custa nada né?

https://support.pokemongo.nianticlabs.com/hc/en-us/requests/new?ticket_form_id=319928

Boa caçada!

GOOGLE TRENDS É TENDÊNCIA!

Que o Google pensa em tudo nós já sabemos, mas você já ouviu falar do Google Trends?

O Google Trends (https://www.google.com/trends/) é uma ferramenta gratuita e ilimitada de análise de termos e palavras-chave pesquisados no Google.

Com ele é possível que se faça a filtragem por fatores demográficos, período de tempo, fontes de busca (como o Google Imagens ou Google News) e categorias.Ou seja, essa ferramenta nos traz um panorama do motor de busca do gigante buscador (Google), onde conseguimos identificar as tendências das buscas de procura de um termo, encontrando assim, as palavras-chaves que mais se conectam com o seu projeto.

É preciso deixar claro que como o próprio nome da ferramenta já diz, ela informa as tendências de busca e não um número exato, tanto que o nível de buscas é medido em uma escala de 0 á 100, onde a pontuação 100 demonstra grande procura e acesso da palavra em questão.

Para quem quer investir em links patrocinados, entender o que é Google Trends e como ele funciona trará uma visão mais ampla do mercado, como qual melhor época do ano você terá chances de vender seu produto ou qual a tendência de buscas de determinado serviço para o futuro. Pegue essa dica!

Esse ano as Olimpíadas desembarcam aqui no Brasil e o mundo inteiro estará com os olhos em nós! Com mais de 300 jogos diferentes e 32 modalidades olímpicas, esse evento não pode ser ignorado.

Vamos exemplificar essa ferramenta utilizando o termo Olimpíadas, com os filtros de todas as pesquisas da web, todo o mundo, de todas as categorias, desde o ano de 2004:

O primeiro gráfico que aparecerá em sua tela será o de Interesse Local, com ele podemos medir como ocorreu o comportamento de buscas com o passar do tempo desejado.

Note que o nosso gráfico tem uma onda de pico de procura de 4 em 4 anos, ou seja, a busca pelo termo vem aumentando com passar dos dias, devido a chegada da abertura das olimpíadas #VAIBRASIL

Abaixo do gráfico principal, a popularidade é dividida por países, regiões, cidades e linguagem.

E por ultimo, uma das mais importantes partes da pesquisa:

Os tópicos e as consultas relacionadas, que nos darão exatamente os termos que são buscados relacionados com a nossa palavra-chave, facilitando a comparação da popularidade do termo pesquisado e o que está atrelado a ele, te direcionando para o comportamento de quem será atingido por sua pesquisa.

Mas não para por ai, o Google Trends também permite ao usuário comparar o volume de procura entre duas ou mais palavras, isso não é genial?

Como exemplo podemos usar essa comparação entre olimpíadas e rio 2016, sendo a primeira palavra azul e a segunda vermelha:

e suas consultas relacionadas, pela mesma ordem:

Utilizando apenas um dos gráficos do Trends podemos ver nitidamente a diferença de volume de pesquisa de um termo em relação ao outro, além dos termos relacionados a esses termos, assim já ganhando uma diretriz para o uso de palavras-chaves.

Viu como você precisa conhecer e dar uma chance para esta ferramenta?

Encontre nessa possibilidade de utilização do Trends uma vantagem sobre seus concorrentes, expanda suas possibilidades, entenda as tendências, mude os rumos dos seus negócios e motive-se com esse clima de Olimpíadas, lembrando-se que quem sai na frente, tem grandes chances de chegar primeiro!

Propagandas da Heineken e sua Abordagem Junto ao Público Feminino

Não é de hoje que as propagandas de cerveja utilizam uma abordagem voltada ao público masculino em seus anúncios e comerciais. Mulheres semi nuas, falas machistas, chamadas ofensivas, tudo pra soar “engraçadinho” aos ouvidos masculinos. Com a Heineken, por um instante, não foi diferente disso.

Em meados de 2014, perto da final da Champions League, a marca de cerveja lançou a campanha “Shoe Sale” aqui no Brasil em que, simultaneamente à final do jogo, houve uma liquidação de sapatos para as mulheres “não encherem o saco dos maridos” durante o futebol.

heineken1

Veja bem, futebol já é em si um meio 99% machista, propaganda de cerveja também, e aí resolveram juntar o inútil ao desagradável de uma forma totalmente ofensiva ao público feminino.

Mulheres não podem assistir a um jogo de futebol? Mulheres não podem gostar de futebol? Mulheres tem que impreterivelmente preferir ir a uma liquidação de sapatos? Não mesmo.

Em contrapartida, no mesmo ano, a Heineken da gringa lançou a campanha “Match Your Half Ticket And Go To The Game”, em tradução livre: “Combine a metade do seu ingresso e vá ao jogo”, que foi o inverso da que rolava aqui no Brasil. Basicamente 3 namorados batalharam para conseguir a outra metade do ingresso que já estavam com suas namoradas (eles não sabiam que elas tinham), e depois de 3 etapas um dos casais ganha. Prático e não ofensivo, né?

Outra campanha da marca, só que esta a nível mundial e fugindo da base “futebol + brejas”, a “Moderate Drinkers Wanted”, que mostra várias mulheres sóbrias ou menos bêbadas, as quais cansam dos homens embriagados e cantam “I Need A Hero” da Bonnie Tyler, incentivando-os a beberem menos.

O que podemos dizer é que a Heineken Brasil começou a puxar melhor a abordagem das campanhas gringas da marca e a olhar diferente para as mulheres dentro do mercado de cerveja e do futebol. Claro que ainda há um longo caminho a ser percorrido e essa é apenas a primeira aqui no Brasil a abraçar as mulheres em ambos os meios inicialmente “para homens”, mas já dá para sentir o alívio que é ter uma campanha de futebol + cerveja diretamente para nós e, principalmente, que zoe com a cara dos homens.

Clique aqui para ver a nova campanha da Heineken #CHAMPIONTHEMATCH.

anigif_longform-original-13841-1459912948-4

Por que o Facebook está apostando tudo no Live?

Embora o Live do Facebook tenha começado como uma ferramenta para celebridades, depois da abertura para o público em geral, tal ferramenta cresceu muito rápido junto ao perfil demográfico no qual Zuckerberg mira daqui há 5 anos.

As janelas cruas e sem filtro para a vida dos outros são a grande novidade nas mídias sociais. Vários aplicativos lançados no ano passado e este ano – Periscope, Meerkat, Peach e Beme, entre outros – tentam aperfeiçoar esse tipo de experiência. E é exatamente isso o que o Snapchat faz tão bem – e o motivo pelo qual o aplicativo se tornou uma ameaça tão grande para o Facebook. Claramente é algo em que Zuckerberg também está pensando.

De fato, uma tendência recente nas mídias sociais é um distanciamento gradual de conteúdos altamente produzidos, particularmente no que diz respeito aos vídeos.

Muitas das funcionalidades do Live parecem ter sido pensadas para reforçar essa sensação de algo cru, algo que não tenha sido pensado nem ensaiado. É por isso que a empresa investiu tanto para reduzir a latência, ou o pequeno delay que as vezes acontece.

A ideia é que a audiência possa assistir e comentar os vídeos ao mesmo tempo, e quem transmite possa acompanhar e responder as interações em tempo real. O Live também tem uma nova função de busca para te ajudar a descobrir novos conteúdos. E o Facebook dá sugestões para que você sempre tenha algo para assistir.

Antes, os usuários só podiam postar reações estáticas aos vídeos – um “joinha” ou uma cara feliz. Essa era basicamente sua maneira de avaliar o vídeo. Agora, você pode reagir conforme o vídeo vai passando, e as reações aparecem num fluxo constante no pé da tela. Se for a reação de algum amigo, a foto de perfil dele também é exibida.

Além disso, se você assistir o vídeo de novo, todas as reações vão aparecer na hora certa. Se alguém deu uma curtida aos dois minutos, por exemplo, ela vai aparecer aos dois minutos quando você assistir o vídeo gravado.

Se tudo isso parece com o Periscope, o aplicativo de vídeo ao vivo do Twitter – que também mostra um mapa das transmissões, também permite reações em tempo real com ícones e também mostra as reações em comentários para os vídeos gravados? Bem, sim, as semelhanças são muitas.

Porém o que diferencia o Live do Periscope é óbvio: a audiência. E a prova disso começou quando o Facebook passou a priorizar o Live na timeline e várias empresas de mídia entraram com tudo nessa onda para construir suas audiências. O Facebook já se beneficia muito do efeito de rede, o que significa que você não precisa começar do zero quando adota o Live. As pessoas já estão lá.

Em paralelo a isso, a rede social já está criando suas próprias celebridades e gêneros. Liz Cook, uma tatuadora que trabalha ao vivo, já tem mais de 1 milhão de seguidores.Esther the Wonder Pig, que é, bem, é uma porca que faz muito sucesso. Tudo que é bizarro parece funcionar.

Parece claro onde o Facebook quer chegar com tudo isso: a TV tradicional. A empresa já tentou comprar os direitos de transmissão das rodadas de quinta-feira à noite da NFL, a liga de futebol americano (o Twitter ganhou a concorrência). O Facebook também estaria negociando com celebridades para que elas transmitam usando o Live. E, se alguém conseguir no Facebook Live os mesmos números de audiência que tem num canal a cabo (e isso é perfeitamente possível), por que investir na TV tradicional, que custa muito mais caro?

As escolhas das emissoras de TV podem ser infinitas, mas sua atenção, não. Embora o Live não signifique o fim da TV como a conhecemos, de uma coisa podemos estar certos: é o começo de algo novo. Vamos ficar de olho!

Waze-Planned-Drives_All-iOS-Screens-English_US

Atualização do Waze prevê condições de trânsito baseado onde você for

Waze colocou em prática seus poderes de tráfego para melhor uso do app.

Esse novo recurso chamado unidades planejadas, torna mais fácil planejar viagens com base no tráfego que você pode encontrar. A atualização também ajudará automaticamente planejar rotas com base em sua programação.

O recurso, que foi lançado quarta-feira para iOS e estará disponível para Android em breve, acrescenta uma nova seção de unidades planejadas do aplicativo quando você procura um local específico. Depois de pesquisar, você pode selecionar quando você quer chegar e o aplicativo irá sugerir quanto tempo a viagem deve tomar.

Waze-planned

O Waze faz suas previsões tendo em conta as condições de tráfego esperado com base em algoritmos inteligentes, histórico de trânsito e análise parecida.

Dicas: vincular Waze ao seu calendário de eventos no Facebook ajuda a planejar automaticamente suas rotas e você recebe uma notificação quando é hora de sair. A experiência deve ser familiar para aqueles que tenham optado por Google Now, que fornece previsões semelhantes com base em sua programação. (Google também está fazendo experiências com as direções parecidas para Maps.)

 

banner-destaque

WhatsApp: A Moustache te informa as últimas atualizações do aplicativo

Algumas novidades no WhatsApp, já anunciadas há um tempo, chegaram para atualização nos dispositivos móveis. Querem saber quais? A Moustache te fala.

A primeira mudança dentro do aplicativo é dentro da aba de “anexos”, por meio da qual tornou-se possível enviar documentos no formato PDF para seus amigos do WhatsApp.

A novidade está disponível nas versões 2.12.453 e 2.12.289 do app para Android, e na versão 2.12.4 do WhatsApp para iOS. Mesmo com a mudança, a aba de anexos continua tendo apenas seis ícones, já que as opções “foto” e “vídeo” foram combinadas em uma só opção, chamada de “Câmera”.

Por enquanto, só é possível enviar documentos no formato PDF. Arquivos do Word, PowerPoint e Excel ainda não são suportados pelo aplicativo. Vale notar, porém, que só será possível enviar o documento a um contato do WhatsApp se ele tiver recebido e instalado a atualização também.

A outra novidade é que o app para iOS agora também permite saber se as pessoas leram ou não seu recado direto da tela inicial do app, com tiques azuis ao lado de cada chat. A novidade já estava disponível para smartphones com Android, o sistema do Google.

Antes da atualização, caso você quisesse saber se alguém visualizou sua mensagem, seria preciso abrir a conversa. A nova funcionalidade descarta essa necessidade, com o tique – também chamado de “tick” ou “check” – azul duplo ao lado da conversa, confirmando o recebimento e a leitura da última mensagem enviada para cada contato.

Material-Design-version-of-WhatsApp

E aí, gostaram das novidades?

facebook-reactions

Facebook: Como o botão reactions pode afetar nas métricas

Facebook

possui  um algorítimo chamado EdgeRank que impacta diretamente no alcance das postagens que você faz definindo a relevância que essas postagens possuem.

Se você não sabe o que é essa ferramenta, te damos uma breve explicação antes de aprofundarmos no assunto: O EdgeRank é um critério para avaliação de tudo que é postado na página e seu impacto sobre a audiência. É baseado nele por exemplo, que o Facebook determina o que deve ou não ser exibido no Feed de Notícias dos fãs da página.

Segundo informações disponibilizadas pela própria central de ajuda do Facebook esses novos botões de reação terão o mesmo peso que a “curtida” tradicional, o que significa que a contabilização desses novos botões será diferente do que ocorria antes com o algorítimo onde cada opção (curtir, compartilhar, comentar) tinham pesos diferenciados.

O Facebook ainda está testando esses botões, mas o que sabemos é que até então eles influenciam os anunciantes da seguinte forma:

  • As métricas que são relacionadas ao botão de “curtir” também passam a abranger os botões de “reação”, no entanto não é possível ver os dados das reações individualmente;
  • A única forma de ver esses dados separadamente é através do Facebook Insights;
  • Como já mencionado o peso das reações é equivalente ao peso de uma curtida, por exemplo: O botão de “triste” possui o mesmo peso que o botão “curtir”;
  • Você não pode remover uma reação após utiliza-la, assim como a opção “curtir”.

Você tem um motivo para se preocupar:

Apesar de em proporções de anúncios, investimentos e criação de campanhas e, as alterações ainda demonstrarem pouca influência, em termo de conteúdo e alcance temos que levar em consideração um fator importante

O fato é que essas expressões são expressões de valores distintos. Existe uma diferença entre a expressão de “raiva”, a expressão de “triste” e a expressão de “amei”.

Se os usuários podem expressar variedades de sentimentos deveríamos ser capazes de ter métricas com pesos distintos para esses sentimentos. Para que você entenda melhor irei dar um exemplo prático:

Tal empresa faz uma determinada postagem e recebe várias curtidas. Curtidas são retorno positivo, logo, essa empresa resolve impulsionar esse post para conseguir mais resultados. Agora imagine esta mesma empresa, fazendo o mesmo post porém recebendo várias reações de “raiva”. Esse retorno é negativo, porém, como o peso é considerado igual e as métricas não são claras eles resolvem impulsionar esse post, afinal, as métricas de curtidas então boas. Só que ao fazer isso ao invés de atraírem resultados positivos estão atraindo resultados negativos.

Acredito que após a fase de testes a questão das métricas melhore, mais até lá, é bom ter atenção para não errar na hora de fazer impulsionamento.

Atenção às métricas:

A novidade dos botões de reação é um avanço para a usabilidade do Facebook, apesar de ainda não podermos dizer o mesmo da mensuração disso. Enquanto muitas respostas ainda não nos foram reveladas o jeito é ficarmos mais atentos com o que já conhecemos.

Mensurar métricas são cruciais para o seu sucesso na Internet, por isso você deve fazer isso regularmente.  A dica é ficar de olho na diversidade de reações que seus posts irão receber através dos dados de alcance individuais de cada postagem.